ebook como surfar
ADQUIRIR EBOOK

A VERDADEIRA ESTRADA DO SURF

A verdadeira estrada do Surf

Aloha!!! 😉

Muitos trilham diversos caminhos depois que aprendem a surfar, porém a estrada que realmente é do Surf, sem dúvidas é a ONDA!

  • Pipeline – Havaí
  • Teahoopo – Tahiti
  • Uluwato – Bali
  • Hossegor – França
  • Joaquina – Brasil
  • Gold Coast – Australia
  • Jeffrey’s Bay – África do Sul

Embora sejam lugares completamente diferentes, todos têm algo em comum: Em qualquer um desses locais você vai encontrar pessoas pegando ondas, onde quer que haja ondas, haverá surfistas. Surfar, realmente é um fenômeno global.

Poucos esportes ousam chegar tão perto do poder da natureza… E seja ela uma ondinha pequena, de poucos centímetros

ou as imensas montanhas de 100’ (pés) que vão fazer você perder o folego só de olhar. O surf só acontece porque existem elas, as ondas, por isso é um dos esportes mais plásticos do planeta, de todos os ângulos é lindo de se ver… E qualquer foto rende um quadro, uma obra de arte…

E seja de ondas grandes ou pequenas todo surfista desenvolve habilidades de meteorologista. Antes de entrar na água avaliam as ondas, marés, correntezas, o vento e até mesmo o crowd (outros surfistas) na água, pra conseguir o melhor do surf. Todo surfista precisa compreender como as ondas são criadas e como a energia do vento e do mar interagem com o fundo e dessa forma entender melhor o surf.

Componentes

Basicamente a onda é composta por três partes: a crista (ou lip), o cavado (ou parede) e a área de rebentação. A crista é a parte mais alta da onda, o cavado é a base da estrutura, onde corre a prancha e a área de rebentação, como o próprio nome já diz, é onde a onda, geralmente, se quebra.

Como a onda se quebra?

A medida que ela vai percorrendo a superfície do mar em direção à costa (isso é chamado swell ou ondulação), a crista vai ficando cada vez mais alta e o cavado cada vez mais perto do fundo. E em consequência do encontro dessa ondulação com o fundo e de como como ela bate nele, em um determinado momento, a onda perde o equilíbrio e se quebra por cima do cavado, de várias formas.

A formas mais conhecidas são: mergulhante e deslizante. Quando as ondas quebram mergulhando, elas formam os tubos, que são adorados pelos surfistas experientes (ex. Pipeline no Hawai com fundo de coral ou reef brak, Trestles na Califórnia com fundo de pedra ou point break e Joaquina em Florianópolis Brasil com fundo de areia ou beach break). Já a quebra deslizante acontece em praias rasas e pouco inclinadas, o que faz com que a onda vá quebrando gradativa e suavemente, essas são as melhores ondas para os iniciantes (ex.: Barra da Lagoa – Florianópolis Brasil) por acaso a minha praia 😉

Mas as ondas sempre existiram no planeta, até antes mesmo de nós estarmos aqui, o que mudou tudo, toda essa concepção, foi que, em algum lugar, alguém teve a ideia luminosa de tentar usufruir diretamente dessa força, só que para isso, teve que usar um equipamento, um facilitador para o objetivo final: PEGAR ONDAS foi ai que inventaram as pranchas de surf. E você? Quer pegar ondas também?

 

GIF

 

ENTÃO VAMOS NESSA?

Comentários

comentários

2017-09-09T18:03:35+00:00